10 de novembro de 2013

Enviada

Oi Povo lindo!! Estou passando aqui pra ajudar na divulgação de um livro de um amigo meu. 
O nome do livro é "Enviada".  Vou postar a Sinopse pra vocês terem uma ideia de como ele é e se gostarem - acho muito difícil que não gostem - por gentileza deem uma ajudinha pra ele curtindo a sua página no Facebook, afinal, tanto ele como eu estamos nessa busca incessante para realizar nossos sonhos. Muito obrigada.


Sinopse - 


Angela Petre, uma doce garota de dezesseis anos marcada pela extrema preocupação de sua mãe em mantê-la sã e salva sonha em encontrar seu par perfeito, até conhecer Frederik, o primo de sua melhor amiga. Mas tudo leva a um rumo não imaginado por ela: Frederik é morto diante dos seus olhos em pleno Ano Novo. A tremenda mudança de rotina a leva a sair de Viena, na Áustria, para viver no Rio de Janeiro por ordem de uma misteriosa mulher, ou melhor, de um Anjo, que lhe conta toda a sua verdadeira origem e o porquê das suas mudanças repentinas de cidades e cidades.
Na Cidade Maravilhosa, Angela conhece Dimitri Costa, seu mais novo amigo, que mais parece seu Anjo da Guarda e Gustav Reltih, um garoto misterioso que oculta em seus olhos negros um grande segredo que ela insiste em descobrir. Logo, os três formam um triângulo amoroso, então, ela se vê diante de uma escolha que nunca poderia dizer que faria um dia: escolher o Bem ou o Mal? Qual lado escolher e qual saber o certo? 




https://www.facebook.com/livroenviada

29 de setembro de 2013


   Não tenho muito o que dizer de mim, sou uma garota bem reservada, tenho os meus sonhos como toda garota de 18 anos comum. A única coisa que me deixa destacada é pelo fato de eu ter sido criada somente pelo meu pai, bom desde os 6 anos de idade... Perdi minha mãe muito cedo vítima de um assassinato, até hoje não sabemos ao certo o que houve, pois o corpo da minha mãe não fora encontrado desde então. Como todo mundo, eu pretendo traçar um objetivo na vida, e sinceramente o que eu mais almejo é descobrir quem matou a minha mãe. Acho muito injusto alguém chegar e arrancar o que nós temos de mais precioso, não ter uma mãe conta muito na vida dos outros, principalmente quando se é menina. Falando assim até parece que eu não sou feliz. Pelo contrário, fui criada pelo melhor homem do mundo. Meu pai é o Delegado da cidade, acho até que puxei esse lado investigativo dele.
   Meu pai nunca deixou de me ensinar que a base de uma família feliz não é estar completa e sim ter amor, ah o amor... foi com ele que meu pai e eu construímos uma família incompleta, porém muito feliz. Tudo que sou hoje devo a ele... Pretendo levar ele como exemplo sempre em minha vida, ter filhos, um marido e nunca entrar na rotina, pois não consigo viver sem emoções, afinal são elas que dão ênfase em nossas vidas!


    Desde pequeno sempre fui incentivado a ser alguém na vida. Hoje com meus esforços e ajuda financeira consegui me tornar um bom empresário, e apesar de novo sou respeitado no meio empresarial. Nunca deixei de arcar com as consequências das minhas escolhas, porém quase nunca erro, sempre faço o certo, não me arrisco. Aprendi com a vida que tudo que vem fácil, vai com mais facilidade ainda, por isso sou um cara bastante cauteloso.
   Muitos me acham chato, por ser tão “certo”, meu irmão principalmente, porém se eu deixasse os negócios da família nas mãos dele estaríamos sendo empresários de uma casa swing. Na minha vida nem tudo é fácil, passei por provações e tomei decisões que mudaram ela de forma trágica, mas consegui contornar e hoje estou aqui, sendo um dos caras mais cobiçados do meio. Não me arrependo de nada que eu tenha feito e espero chegar bem mais além.


   Cara, sou do tipo “ não ligo pra nada”. Deixo a vida me levar e pra falar a verdade sou feliz assim. As pessoas que se preocupam muito com a vida são chatas, me chamam de arrogante, muito ignorante, mas não deixo de ter pessoas que gostam de mim do jeito que eu sou. Nunca fui o filho preferido, como sempre o primogênito na maioria das vezes leva mais vantagem, mas eu não me importo, porque o que é meu está guardado e eu sei que vai ser muito melhor do que ficar enfurnado em um escritório vendendo e comprando coisas e blá, blá ,blá.
   Diferente dos outros eu não escondo quem eu sou... não tenho medo de falar a verdade e topo o que der e vier pois a vida é uma só e sabemos bem que não sairemos vivos dela.


   Sou patricinha assumida, meu hobby é fazer compras, adoro estourar o cartão de créditos do papi. Sei que sou bastante invejada por muitos, até porque sou filha do prefeito da cidade, ou seja, a melhor casa, melhores roupas, enfim... Não gosto de contar vitória, mas sei que sou uma das mais bonitas também. Quem olha pra mim pensa “nossa, como ela é fria”. Por incrível que pareça eu não sou, simplesmente aprendi a me frear devido a algumas circunstâncias da vida, só quem me conhece de verdade sabe dizer ao certo como eu sou e porque eu sou assim.
   Ás vezes eu acho que ocupo minha mente com compras para amenizar a falta que minha mãe me faz, ela morreu assim que eu nasci. Não posso reclamar muito do meu pai porque ele me dá tudo que eu quero, mas isso ás vezes não é o suficiente, mas consigo me manter, afinal qual mulher não gostaria de estar no meu lugar.


  Como prefeito da cidade tenho o dever de manter ela limpa de todas as pessoas que a emundam. Gosto das coisas do meu jeito, já que eu tenho poder pra manter Hill Forls conforme eu quero, eu vou fazer isso. Meu xodó é minha filha Alyssa, minha única filha devido as circunstancias inabaláveis. Dou tudo o que ela quer, amo muito minha menina e espero de verdade que ela tenha tudo do bom e do melhor. Sim, eu a mimo e já que eu posso por que não fazer isso?
   Esse papo de que é errado mimar a filha e tudo mais, é coisa de gente pobre que não tem condições, eu tenho, a filha é minha e eu mimo. Sou bem cauteloso, gosto de tudo bem feito, nunca faço as coisas pela metade, se começo tenho que terminar!


   Sou órfã, não é nenhuma novidade, a maior parte da população de Hill Forls perdeu um pai ou mãe. Sendo que no meu caso é diferente, eu perdi os dois... Fui criada por uma mãe adotiva e por sorte com bastante dinheiro. Não tenho o que reclamar, Deus me deu uma família de ouro, meus primos são perfeitos, os amo muito, eles me deram toda assistência quando minha mãe adotiva por via do destino veio a falecer...
   Desde então, sou um pouco fria com as pessoas que não conheço, tenho pavio curto e não medo esforços pra conseguir o que ou quem eu quero. Com a ajuda da minha melhor amiga e dos meus primos sou uma pessoa muito feliz e não preciso de mais nada nessa vida enquanto eu os tiver por perto.